Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Partido de Jefferson quer integrar ação que bloqueou perfis bolsonaristas

PTB pediu ao STF para entrar como amicus curiae no recurso da AGU contra bloqueios em redes sociais

Por Mariana Muniz Atualizado em 28 jul 2020, 13h37 - Publicado em 28 jul 2020, 13h05

O PTB, partido do ex-deputado e agora bolsonarista Roberto Jefferson, pediu ao STF para participar da ação apresentada pela AGU pedindo a suspensão de decisões que bloquearam perfis que apoiam Jair Bolsonaro em redes sociais.

A solicitação de ingresso como “amicus curiae” foi apresentada nesta segunda-feira. Caberá ao ministro Edson Fachin, relator do caso, decidir se acolhe ou não o pleito.

ASSINE VEJA

Os ‘cancelados’ nas redes sociais Leia nesta edição: os perigos do tribunal virtual. E mais: nova pesquisa sobre as eleições presidenciais de 2022
Clique e Assine

Nos motivos elencados à Corte, a sigla de Jefferson diz que “salta aos olhos a gigantesca relevância da matéria, a
especificidade do tema objeto da demanda, a repercussão política e social da controvérsia”, além da “peculiar pertinência” da ação da AGU “com os objetivos” do partido.

O governo entrou com o pedido no STF um dia depois que 16 apoiadores do presidente, investigados por suposta disseminação de fake news tiveram suas contas bloqueadas por determinação do ministro Alexandre de Moraes. 

Continua após a publicidade
Publicidade