Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Palanque e realidade

Então, ficamos assim: Dilma Rousseff passou a campanha inteira garantindo que as contas públicas estavam em ordem. Um mês depois de eleita, escolheu (ainda bem) Joaquim Levy, um economista ortodoxo para botar a casa em ordem. Geraldo Alckmin passou a campanha inteira negando o racionamento de água em São Paulo. Hoje, quatro meses depois de […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 02h20 - Publicado em 14 jan 2015, 19h55
dilma e alckmin

Contradições depois das eleições

Então, ficamos assim:

Dilma Rousseff passou a campanha inteira garantindo que as contas públicas estavam em ordem. Um mês depois de eleita, escolheu (ainda bem) Joaquim Levy, um economista ortodoxo para botar a casa em ordem.

Geraldo Alckmin passou a campanha inteira negando o racionamento de água em São Paulo. Hoje, quatro meses depois de ser reeleito, admite tranquilamente que o Estado vive o racionamento.

O palanque e a realidade pós-eleição tornam os políticos muito parecidos no Brasil.

Continua após a publicidade
Publicidade