Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Paes desiste de voltar a Atenas para receber tocha olímpica

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, que voltou de Atenas na quinta-feira depois que uma parte da ciclovia Tim Maia despencou na cidade, matando ao menos duas pessoas (ainda há um desaprarecido), decidiu não voltar à Grécia para a cerimônia de passagem da tocha olímpica para a cidade-sede dos Jogos deste ano. Paes decidiu permanecer […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 22h54 - Publicado em 25 abr 2016, 19h11
Paes: sem pegar a tocha

Paes: sem pegar a tocha

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, que voltou de Atenas na quinta-feira depois que uma parte da ciclovia Tim Maia despencou na cidade, matando ao menos duas pessoas (ainda há um desaprarecido), decidiu não voltar à Grécia para a cerimônia de passagem da tocha olímpica para a cidade-sede dos Jogos deste ano.

Paes decidiu permanecer no Rio para coordenar as investigações sobre a causa do desabamento do trecho da ciclovia em São Conrado, inaugurado em janeiro.

A tocha olímpica deve ser entregue ao presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Nuzman. Os organizadores ainda tentam uma estrela dos esportes para a cerimônia, como o jogador de futebol Neymar.

Paes deverá promover uma agenda no parque olímpico na quarta-feira, quando faltarão 100 dias para o início dos Jogos.

Continua após a publicidade
Publicidade