Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mais três candidatos na disputa pelo comando da Vale

Todos querem o lugar dele

Por Mauricio Lima Atualizado em 19 mar 2017, 14h55 - Publicado em 19 mar 2017, 13h00

Nenhum outro cargo de presidente de companhia movimenta tantos interesses quanto o da Vale. Empresa privada, mas alvo de grande interferência política, a mineradora vive um processo sucessório digno das grande campanhas.

A começar pelo número de candidatos. Pelo menos três novos nomes apareceram a semana passada dispostos a ocupar o lugar de Murilo Ferreira.  Pedro Cafarelli, presidente do Banco do Brasil, Marcos Falcão, ex-executivo do Icatu, e Rômulo Dias, atual CEO da Cielo.

Cada um deles com um padrinho poderoso. Cafarelli é defendido por Benjamin Steinbruch, Falcão é o preferido de Rodrigo Maia e Dias tem o apoio do Bradesco, sócio na Vale. Já Ferreira, atual presidente, pensa em ocupar uma cadeira no conselho mundial da Brookfield quando sair.

Publicidade