Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O poder de fogo da delação do banqueiro que devolveu Eike a Bretas

Leia mais...

Por Robson Bonin - 8 ago 2019, 09h25

Investigadores que atuam nessa nova fase da Lava-Jato avaliam que a delação do banqueiro Eduardo Plass, responsável por devolver Eike Batista à prisão nesta quinta, não deve provocar grandes reviravoltas no universo político.

Plass, um clássico operador desse submundo financeiro do Rio, entregou mesmo foi o universo empresarial que se relacionou promiscuamente com ele nesses anos todos de farra patrocinada por Sergio Cabral no Rio.

Luiz Arthur Andrade Correia, o Zartha, um dos ex-braços-direitos de Eike, por exemplo, fica em péssima luz. Mas há outros nomes na mira dos investigadores por insider trading.

Publicidade