Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O plano do PT para derrotar Bolsonaro em 2022

Gente graúda na cúpula petista defende importar de um dos nossos países vizinhos um modelo vitorioso de campanha

Por Robson Bonin Atualizado em 18 set 2020, 10h58 - Publicado em 18 set 2020, 06h05

Com Jair Bolsonaro em plena campanha à reeleição, gente graúda no PT tem se movido para construir no partido um plano capaz de derrotar o presidente em 2022. Como? Pegando emprestado o modelo argentino que tirou Mauricio Macri da Casa Rosada para instalar no lugar Alberto Fernández e Cristina Kirchner.

  • A ideia discutida na cúpula petista é lançar Fernando Haddad de cabeça de chapa e Lula como vice. Será que o modelo hermano tem futuro por aqui? A conferir.

    ASSINE VEJA

    A vez das escolas Leia esta semana em VEJA: os desafios da retomada das aulas nas escolas brasileiras. E mais: Queiroz vai assumir toda a responsabilidade por ‘rachadinha’
    Clique e Assine
    Publicidade