Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘O melhor é aguentar Bolsonaro’, diz FHC

Para o tucano, a comemoração do presidente pela interrupção dos testes da Coronavac "é um desastre"

Por Victor Irajá Atualizado em 12 nov 2020, 13h29 - Publicado em 12 nov 2020, 14h26

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso preocupa-se, e muito, com a liturgia do cargo do presidente.

Indagado  sobre a comemoração do presidente Jair Bolsonaro da interrupção dos testes da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan junto com o laboratório chinês Sinovac, FHC disparou: “A fala é um desastre”.

“O presidente se equivocou redondamente, porque é um assunto muito delicado e grave que atinge todas as pessoas. Todos estão preocupados com o coronavírus. Desdenhar disso, fazer de conta que não é nada, é um erro político enorme, e ele vai pagar o preço por isso”, diz o tucano.

“O presidente da República é símbolo, esse é um peso complicado. Quando existe poder, tem que ter um certo simbolismo para a nação, do conjunto de brasileiros. E ele fica de um lado só. Está errado, não pode”, afirma Fernando Henrique Cardoso.

Sobre um possível processo de impeachment contra o atual presidente, FHC ponderou: “O melhor é ter paciência histórica e aguentá-lo por um tempo e, na hora certa, dar a resposta conveniente”. Onde? “Nas urnas, claro”.

Continua após a publicidade
Publicidade