Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O Centrão está sonhando muito alto com as eleições de 2022

Bloco formado por PP, PL e Republicanos quer passar de 115 para 160 cadeiras na Câmara

Por Josette Goulart Atualizado em 19 nov 2021, 17h01 - Publicado em 20 nov 2021, 14h09

Se tudo der certo e o presidente Jair Bolsonaro ficar mesmo no PL, um dos partidos do núcleo duro do Centrão, a meta estabelecida pelo grupo é a de fazer uma bancada de cerca de 160 deputados na Câmara, nas próximas eleições.

O bloco sonha alto. Hoje, PP, PL e Republicanos possuem juntos 115 cadeiras.

Um poderoso cacique deste grupo faz as contas desta forma: com Arthur Lira, na Câmara, o PP sairia de 41 deputados na atual gestão para 55 a 60 deputados. O PL, com Bolsonaro como candidato, sairia de 43 para também cerca de 60 deputados. Já o Republicanos, mesmo sem ninguém, sairia de 31 para 40.

Realmente, o Centrão está de salto de alto.

Continua após a publicidade

Publicidade