Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Neto de ACM e presidente do DEM é barrado no Senado

Cena foi rápida, mas suficiente para irritar o prefeito de Salvador

Por Evandro Éboli - Atualizado em 10 dez 2019, 17h29 - Publicado em 10 dez 2019, 17h07

Figura das mais ativas no Congresso, quando deputado federal pela Bahia, ACM Neto viveu um reverso da medalha na tarde desta terça-feira.

Sua biografia é repleta. É herdeiro político de tradicional família do país, prefeito reeleito de Salvador e presidente nacional do Democratas.

Ainda assim, Neto, como é chamado, foi barrado ao tentar entrar no Senado, Casa presidida pelo avô Antônio Carlos Magalhães, que cumpriu ali dois mandatos.

Foi às 16:30 desta terça.

Publicidade

Sozinho, o prefeito seguia do Salão Verde, da Câmara, para o Salão Azul, do Senado.

Um segurança o barrou, parou na sua frente. Na sequência, outro segurança percebeu e interveio.

Durou segundos.

Suficiente para tirá-lo do sério.

Publicidade

O calmo baiano ficou injuriado.

A cena foi presenciada pelo Radar.

 

Publicidade