Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MPF quer barrar liberdade de Carlinhos Cachoeira

Ele e assessor de Cabral podem ser soltos nesta quarta (5)

O Ministério Público Federal (MPF) manifestou-se contra o pedido de liberdade de dois réus acusados pela Lava-Jato: Carlos Augusto de Almeida Ramos (O Carlinhos Cachoeira), e Pedro Ramos de Miranda, assessor de Sérgio Cabral.

Os dois habeas corpus serão julgados nesta quarta (5) pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região. A defesa de Cachoeira pediu a revogação de sua prisão preventiva, que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) já converteu em prisão domiciliar.

Já Pedro Ramos pediu que o processo da Operação Calicute seja transferido da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

“A necessidade de sua prisão não é constatação genérica e abstrata, como pretendem fazer crer, mas refere-se a circunstâncias concretas indicadas na negativa ao pedido de revogação da prisão”, diz a procuradora regional Mônica de Ré, do Núcleo Criminal de Combate à Corrupção da Procuradoria Regional. “Sua prisão cautelar deve ser mantida considerando o contexto para sua decretação, que não se alterou, e outros dados dos autos, como seu grau de envolvimento nos fatos e também sua condição pessoal”, diz o MPF.

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. O bandido de toga que autorizar a liberdade desses dois vagabundos, deverá ser investigado pela polícia federal, porque , com certeza, esse vagabundo de toga está recebendo propina da quadrilha do ladrão cabral.

    Curtir

  2. Já soltaram esses 2 criminosos e não será diferente agora. Esses 2 bandidos tem juizes na manga.

    Curtir

  3. VIROU BAGUNÇA — DAQUI UNS MESES NINGUÉM QUE ESTÁ PRESO NO RIO FICARÁ NA CADEIA — SOLTARAM A MARIA ANTONIETA DO FAVELÃO, PRIMEIRA DAMA DO CRIME ORGANIZADO E PARECE QUE ABRIRAM A PORTEIRA — CADÊ O CAVENDISH ?

    Curtir