Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Maluf à distância

Paulo Maluf tem uma atuação parlamentar pífia (Leia mais aqui). Este ano, porém, quis mostrar que anda mais ativo, mas longe do Congresso, claro. Maluf, em vez de dedicar-se ao mandato para o qual foi eleito, tem abandonado Brasília para fazer campanha. A presença em plenário é rara: das 34 sessões deliberativas de 2014, Maluf […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h55 - Publicado em 5 Maio 2014, 07h02
"Dilma à prova de bala"

Longe de Brasília

Paulo Maluf tem uma atuação parlamentar pífia (Leia mais aqui). Este ano, porém, quis mostrar que anda mais ativo, mas longe do Congresso, claro. Maluf, em vez de dedicar-se ao mandato para o qual foi eleito, tem abandonado Brasília para fazer campanha.

A presença em plenário é rara: das 34 sessões deliberativas de 2014, Maluf não deu as caras nem em metade delas: compareceu a quatorze e faltou a vinte. Do total de ausências, dezenove dias de trabalho foram substituídos por – supostos – compromissos partidários.

Mas nem por isso Maluf deu um descanso ao erário. Seu gabinete consumiu, de janeiro a abril, cerca de 25 000 reais em recursos da cota parlamentar. Isso sem falar no salário de 26 000 reais que pinga na conta de Maluf todo mês.

Continua após a publicidade
Publicidade