Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mais uma briga

Três empresas acabam de travar a licitação para a compra de assentos no Mané Garrincha no Tribunal de Contas do Distrito Federal  (TCE-DF). O pedido de impugnação reclama que o edital não impõe um certificado de qualidade como está sendo exigido em outros estádios pelo Brasil. Na Copa, todos os assentos terão que impedir a […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h28 - Publicado em 2 jul 2012, 13h27

Estádio compra cadeiras

Três empresas acabam de travar a licitação para a compra de assentos no Mané Garrincha no Tribunal de Contas do Distrito Federal  (TCE-DF).

O pedido de impugnação reclama que o edital não impõe um certificado de qualidade como está sendo exigido em outros estádios pelo Brasil. Na Copa, todos os assentos terão que impedir a propagação de fogo.

A concorrência custa 12 milhões de reais.

Continua após a publicidade
Publicidade