Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lula a aliados sobre encontro com Dilma: protocolar

Lula era só desânimo depois do encontro com a presidente Dilma Rousseff na sexta-feira passada. A aliados, o ex-presidente disse que tem a impressão que, cada vez mais, suas conversas com a sucessora são apenas “protocolares”. Ele afirmou que não acredita que ela esteja realmente disposta a ouvir nenhum dos conselhos que ele lhe dá […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h32 - Publicado em 16 fev 2016, 08h01
Foi-se o tempo da conversa ao pé de ouvido

Foi-se o tempo da conversa ao pé de ouvido

Lula era só desânimo depois do encontro com a presidente Dilma Rousseff na sexta-feira passada.

A aliados, o ex-presidente disse que tem a impressão que, cada vez mais, suas conversas com a sucessora são apenas “protocolares”. Ele afirmou que não acredita que ela esteja realmente disposta a ouvir nenhum dos conselhos que ele lhe dá sobre como conduzir a política e a economia.

Lula tem dito que considerou “tímidas” as medidas anunciadas por Dilma na reunião do Conselhão, e insuficientes para impulsionar a volta do crescimento. Voltou a defender um incentivo maior ao crédito e ao consumo.

Mas, para ele, Dilma não está de fato disposta a seguir os conselhos do PT ou dele.

Continua após a publicidade

Publicidade