Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Luiz Fux quase se declarou impedido no caso Eike

E caso também envolve o escritório de Sérgio Bermudes

Por Da Redação Atualizado em 11 Maio 2017, 16h26 - Publicado em 11 Maio 2017, 15h52

Ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux escapou por pouco de ter de se declarar impedido, assim como Marco Aurélio Mello, de julgar o processo de habeas corpus de Eike Batista.

Isso porque sua filha, Marianna Fux, nomeada desembargadora de Justiça do Rio em março do ano passado, também atuou no escritório do prestigiado advogado Sérgio Bermudes.

Sob a mira de acusações de favorecimento quando se candidatou para a vaga no TJ, Marianna apresentou uma carta assinada por Bermudes informando que ela realizava consultoria e assessoria em seu escritório desde 2003.

À revista Piauí, Bermudes chegou a declarar que convidou Marianna para estagiar porque a conhecia desde os 3 anos de idade. A ligação do ministro e do prestigioso advogado não passa só por Marianna.

Em 2013, Bermudes chegou a organizar uma festa para comemorar o aniversário de 60 anos do amigo Fux. A celebração ocorreria em seu apartamento, no Flamengo, bairro da zona sul carioca.

Depois que o caso ganhou o noticiário, o evento foi cancelado a pedido do ministro.

(por Luisa Bustamante)

  • Continua após a publicidade
    Publicidade