Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Levy defende CPMF e desconversa sobre nova meta fiscal

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, recorreu a uma comparação com o governo de Fernando Henrique Cardoso para justificar, diante de empresários presentes à sua sabatina no evento da Economist, a necessidade de recriar a CPMF. “Em 1999, a situação era crítica, com PIB fraco e erosão fiscal, e a CPMF foi fundamental”, pondera. Apesar de […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 00h13 - Publicado em 27 out 2015, 14h59
Levy: comparação com período FHC para justificar CPMF

Levy: comparação com período FHC para justificar CPMF

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, recorreu a uma comparação com o governo de Fernando Henrique Cardoso para justificar, diante de empresários presentes à sua sabatina no evento da Economist, a necessidade de recriar a CPMF.

“Em 1999, a situação era crítica, com PIB fraco e erosão fiscal, e a CPMF foi fundamental”, pondera.

Apesar de fazer uma ressalva de que, no atual governo, a situação política é mais complicada do que no começo da década passada, ele ponderou que a situação econômica é melhor.

Segundo ele, o fato de haver US$ 370 bilhões em reservas pode fazer parecer que o ajuste é menos iminente, o que julga uma falácia. “Quando o fiscal se ajustar, o crescimento volta”, argumenta.

Sobre a nova meta fiscal, anúncio mais aguardado pelo mercado, desconversou. “A proposta será enviada nos próximos dias”.

Continua após a publicidade
Publicidade