Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lava-Jato usou informações obtidas em grampo ilegal, diz doleiro

Segundo Alberto Youssef, ele foi questionado por delegados sobre temas compartilhados dentro da cela

No depoimento que prestou à corregedoria da Polícia Federal, sobre o grampo clandestino instalado na cela 5 da carceragem da Lava-Jato em Curitiba (revelado por VEJA em 2014), o doleiro Alberto Youssef confirma que integrantes da operação, como os delegados Márcio Anselmo e Erika Marena, abordavam em depoimento assuntos que os presos haviam discutido apenas dentro da cela monitorada.

“Se recorda se os assuntos que o declarante e outros presos da operação Lava-Jato conversavam na cela era (sic) questionado posteriormente pelos delegados Marcio Anselmo, Erika Marena ou outro delegado que os interrogava? “, questionaram os investigadores.

“Com certeza”, disse Youssef.

O doleiro também confirma que abordou assuntos sigilosos de sua estratégia de defesa na cela grampeada, o que teria violado seu direito constitucional. Youssef diz aos investigadores que não questionou as possíveis violações porque acabou fechando acordo de delação com a Lava-Jato logo depois.

Na quinta-feira da semana passada, o Radar revelou o conteúdo explosivo do depoimento de Youssef — leia mais em Escuta clandestina na cela.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Jorge Hardt Filho

    É por causa desse posicionamento a favor dos bandidos corruptos que não renovarei a assinatura da veja

    Curtir