Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lava-Jato: governos de Lula tiveram ‘arrecadação sistemática de propina’

Permanência de petista no poder era 'assentada em recursos públicos desviados', diz denúncia

Por Robson Bonin 14 set 2020, 17h50

Na denúncia apresentada nesta segunda contra Lula, a Lava-Jato resume a lógica de operação petista nos dois mandatos lulistas na Presidência:

“Lula comandou a formação de um esquema criminoso de desvio de recursos públicos destinado a comprar apoio parlamentar de agentes políticos e partidos, enriquecer ilicitamente os envolvidos e financiar caras campanhas eleitorais do Partido dos Trabalhadores em prol de uma permanência no poder assentada em recursos públicos desviados. A motivação da distribuição de altos cargos na Administração Pública Federal excedeu a simples disposição de cargos estratégicos a agremiações políticas alinhadas ao plano de governo, tendo por escopo a geração e a arrecadação sistemática de propina em contratos públicos”.

Publicidade