Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Jogo duro

No que depender dos senadores da base Eduardo Amorim (PSC-SE) e Sérgio Petecão (PSD-AC), alvos preferidos da pressão do governo pela retirada de assinaturas da CPI da Petrobras (leia mais aqui), Ricardo Berzoini e companhia não terão chance de melar a criação da comissão no Senado. O sergipano Amorim nega veementemente que vá tirar sua rubrica […]

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 04h08 - Publicado em 1 abr 2014, 08h22
eduardo amorim

Rubrica mantida

No que depender dos senadores da base Eduardo Amorim (PSC-SE) e Sérgio Petecão (PSD-AC), alvos preferidos da pressão do governo pela retirada de assinaturas da CPI da Petrobras (leia mais aqui), Ricardo Berzoini e companhia não terão chance de melar a criação da comissão no Senado.

O sergipano Amorim nega veementemente que vá tirar sua rubrica no requerimento, principalmente pelas andanças de Paulo Roberto Costa por Sergipe, onde o ex-diretor da Petrobras negociava a criação de uma refinaria orçada em 120 milhões de reais.

Petecão diz que também não pretende tirar a assinatura. Hoje, quando Renan Calheiros deve ler o requerimento que cria a CPI, ele nem vai ter ouvidos para pedidos dos líderes da base:

– Tenho uma endoscopia marcada e vou ficar fora o dia inteiro.

Continua após a publicidade
Publicidade