Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Irritando o PMDB

A escolha de Kátia Abreu para a Agricultura irritou o PMDB porque, num só lance, Dilma Rousseff conseguiu ameaçar os feudos de muita gente. Na Câmara, a relação para lá de tensa com o partido se acirrou, porque há anos a pasta era da cota dos deputados do partido. Ninguém sabe se será recompensado nem […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 02h35 - Publicado em 25 nov 2014, 06h03
Cada vez mais habilidosa

Cada vez mais habilidosa

A escolha de Kátia Abreu para a Agricultura irritou o PMDB porque, num só lance, Dilma Rousseff conseguiu ameaçar os feudos de muita gente.

Na Câmara, a relação para lá de tensa com o partido se acirrou, porque há anos a pasta era da cota dos deputados do partido. Ninguém sabe se será recompensado nem se a troca será por um posto à altura.

Já os senadores peemedebistas temem que Kátia entre na conta dos cargos de primeiro escalão a eles reservados.

Não bastassem essas encrencas, a forma apressada com que o nome de Kátia circulou indicou à classe política que, em matéria de articulação, Dilma 2.0 continua igual à anterior. Primeiro decide, depois conversa com a base.

Continua após a publicidade
Publicidade