Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

“Inimigo da Corte”

O ex-presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o desembargador aposentado Marcus Faver, virou alvo da corregedoria do Fórum. Faver tornou-se advogado dos milionários cartórios fluminenses em uma briga contra o CNJ. Em julho, o conselho determinou teto salarial de 25 000 reais para os tabeliães e repasse de dinheiro dos cartórios para […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 05h20 - Publicado em 24 set 2013, 07h03

Faver: “inimigo da corte” para o corregedor

O ex-presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o desembargador aposentado Marcus Faver, virou alvo da corregedoria do Fórum.

Faver tornou-se advogado dos milionários cartórios fluminenses em uma briga contra o CNJ. Em julho, o conselho determinou teto salarial de 25 000 reais para os tabeliães e repasse de dinheiro dos cartórios para o Fundo Especial do TJ. Faver conseguiu derrubar a medida na Justiça e fez o TJ-RJ perder uma verba de mais de 1 milhão de reais por mês.

O corregedor TJ-RJ, Valmir de Oliveira Silva, partiu para a briga com o ex-presidente. Quer que ele perca sua sala no TJ, conquistada desde que assumiu a presidência do Colégio Permanente de Tribunais de Justiça do Brasil. Em um ofício contundente enviado à presidente Leila Mariano, Oliveira Silva afirma que a conduta de Faver foi ‘inescrupulosa’ e o classifica como ‘inimigo da Corte’.

Continua após a publicidade
Publicidade