Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Google Cloud amplia presença na América Latina com unidade no Chile

Santiago será a segunda região com Cloud; São Paulo foi a primeira, em 2017

Por Manoel Schlindwein - Atualizado em 30 jul 2020, 18h52 - Publicado em 11 jun 2020, 08h32

O Google Cloud anunciou hoje a cidade de Santiago, no Chile, como a segunda na América Latina a contar as funcionalidades dos serviços em nuvem. A primeira foi São Paulo, em 2017. Na prática, a expansão da presença física do Google na região traz novos serviços de armazenamento e processamento de dados por meio do Cloud. O usuário é beneficiado com o menor tempo de resposta na execução de operações na nuvem e assistência técnica local.

As companhias da região terão acesso aos principais serviços e tecnologias de machine learning, inteligência artificial e big data por meio do pacote GCP, como Compute Engine, Google Kubernetes, Cloud Storage e BigQuery. A instalação também permitirá atender às necessidades regulatórias e de conformidades específicas de algumas empresas e setores.

ASSINE VEJA

Os riscos da escalada de tensão política para a democracia Leia nesta edição: como a crise fragiliza as instituições, os exemplos dos países que começam a sair do isolamento e a batalha judicial da família Weintraub
Clique e Assine

A inauguração atende à necessidade da aceleração da transformação digital de empresas de diversos setores na região, com baixa latência e alto desempenho da computação em nuvem – algo que ficou evidente com as circunstâncias que exigiram adaptações por conta da Covid-19.

Um dos maiores provedores de assistência médica no Chile, o RedSalud, é um exemplo de como as tecnologias em nuvem estão desempenhando um papel fundamental para a adaptação e a continuidade das operações neste momento. Segundo Daniel de la Maza, gerente corporativo de sistemas e tecnologia da RedSalud, a novidade “permitirá acessar tecnologias de forma mais completa e rápida. Isso nos ajudará a fortalecer nosso principal objetivo que é oferecer saúde de qualidade e acessível aos nossos usuários”.

Hoje o Google Cloud possui 23 regiões e 70 zonas de disponibilidade espalhadas pelo mundo. Uma vez operacional, a nova região de Santiago fará parte dessa rede global de infraestrutura.

Continua após a publicidade
Publicidade