Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Gabriel Mascarenhas (interino) Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Floreios de Decotelli no currículo não se restringem a títulos acadêmicos

Escolhido para comandar a Educação é acusado de mentir sobre formação

Por Mariana Muniz Atualizado em 29 jul 2020, 15h52 - Publicado em 29 jun 2020, 22h55

Um novo olhar sobre o currículo Lattes do ainda não nomeado ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, revela um ângulo para o qual ainda não se havia atentado.

Na lista de livros publicados ou organizados, ele consta como o único autor de quatro obras publicadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Ocorre que Decotelli divide a organização de três destas obras com colegas, que não são citados. Já do livro “Administração Bancária: Uma Visão Aplicada“, Decotelli é autor de apenas um capítulo.

VEJA RECOMENDA | Conheça a lista dos livros mais vendidos da revista e nossas indicações especiais para você.

Continua após a publicidade
Publicidade