Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Em algumas pastas, corte supera o que já foi pago

O corte no orçamento determinado pelo governo para tentar reduzir o rombo fiscal é tão profundo que, em alguns ministérios, o valor cortado supera o que já foi pago a fornecedores. Se não houver uma revisão nos valores anunciados que corrija essa distorção, ministros brincam que terão de procurar fornecedores que já receberam por medições […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h59 - Publicado em 30 nov 2015, 13h58
O dinheiro já saiu da conta

O dinheiro já saiu da conta

O corte no orçamento determinado pelo governo para tentar reduzir o rombo fiscal é tão profundo que, em alguns ministérios, o valor cortado supera o que já foi pago a fornecedores.

Se não houver uma revisão nos valores anunciados que corrija essa distorção, ministros brincam que terão de procurar fornecedores que já receberam por medições feitas em obras e pedir: “Por favor, me devolva aquele pagamento”.

Publicidade