Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Em 2020, 40% das compras do governo Bolsonaro foram sem licitação

Foram 13,3 bilhões de reais gastos sem procedimento de concorrência; Saúde liderou gastos

Por Robson Bonin Atualizado em 25 dez 2020, 14h06 - Publicado em 26 dez 2020, 12h13

Dados do governo de Jair Bolsonaro mostram que 2020 foi o ano das compras sem processo de licitação. Com a pandemia de coronavírus impondo ações rápidas aos gestores – ainda que o governo tenha patinado em diferentes momentos –, foram gastos só na área da Saúde 8,8 bilhões de reais em compras na modalidade “dispensa de licitação”.

Em segundo lugar, o Ministério da Educação gastou 1,9 bilhão de reais sem concorrência. O Ministério da Cidadania completou os três primeiros lugares da lista com 730 milhões de reais gastos diretamente sem processo licitatório.

No total, o governo Bolsonaro gastou 13,3 bilhões de reais sem processo concorrencial. O valor, segundo os dados do próprio governo, representa 40% de todas as compras feitas pela máquina federal no ano.

Publicidade