Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Economist’ vê evangélicos e populismo de Bolsonaro no front

Revista analisa impactos da Lava-Jato

A edição desta semana da revista britânica The Economist traz reportagem sobre os possíveis impactos que a reforma política brasileira terá nas próximas décadas.

Segundo a publicação, a Lava-Jato revelou trouxe à tona a corrupção causada pelo financiamento empresarial de campanha.

A Economist afirma que, agora, o Congresso agora começa a tentar saídas para os próximos pleitos, como cláusulas de barreira e o fundo de financiamento público.

A revista, no entanto, vê a ascensão do populismo e da bancada religiosa como resultados desse processo. Em entrevista à publicação, Filipe Gruppelli Carvalho, da consultoria Eurásia, diz que “pessoas que já são famosas vão se beneficiar às custas de candidatos que precisam de dinheiro para se promover. Partidos evangélicos, que já tem uma base leal de apoiadores, também devem sair à frente”, disse.

A publicação afirma ainda que “em 2018, candidatos à presidência como Jair Bolsonaro, um direitista populista, devem se sair bem”.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Hermes Sursena

    É o que nos resta fazer quanto a isso? Jair se acostumando.

    Curtir

  2. HALYSON #Bolsonaro2018

    NAO ADIANTA VEJA!

    Curtir

  3. Está na hora de endireitar o nosso país. Chega de mentiras, manipulação e corrupção com PT, PMDB, PSDB e companhia.

    Curtir

  4. Graças à Veha, Bolsonaro está cada vez mais conhecido!

    Curtir

  5. José Carlos Lobo Barbosa

    Qualquer reportagem sobre Bolsonaro na grande mídia gera muitas visualizações dos respectivos conteúdos na internet! Bolsonaro é responsável por parte do lucro da Veja, apesar desta revista e da Editora Abril só criticar qualquer membro da família Bolsonaro! #BolsonaroPresidente2018

    Curtir

  6. Márcio Rodrigues

    Veja, tenta outra. Eu e minha família onteira votaremos Bolsonaro. Veja jornalismo canalha!

    Curtir

  7. Eu estou avisando, vocês passarão tanta vergonha no ano que vem…………… Acho melhor disfarçarem e começar a falar a verdade sobre o Bolsonaro. Se fosse o LULA seria popularidade, mas, como é o Bolsonaro é o radical de extrema-ultra-mega-hiper -direita populista-facista-nazista-taxista-dentista Bolsonaro. Veja canalha tua ruína está à vista. O verdadeiro medo é perder as verbas públicas que sustentam essa imundície toda.

    Curtir

  8. Devemos mesmo levar a sério um cara que representa uma consultoria com um nome de EURÁSIA? Só desinformados não notariam que esse nome lembra o projeto de poder de Alexander Duguin que é um dos principais teóricos do Governo de Putin. Estão de sacanagem né.

    Curtir

  9. Triste constatação.
    Populistas e evangélicos à frente.
    Querem desgraça maior ?

    Curtir

  10. ALEXANDRE ANGIOLETTI

    Direitista populista????????????????
    Os caras são ingleses…não entendem nossa língua e pensam que sabem o que dizem a respeito de Bolsonaro.
    Parecem mais papagaios de pirata reverberando as idiotices esquerdistas de luladrão e sua turma de idiotas e grelos duros……gleici, jandirão, rosário, bezerra, grazziotim e etc etc etc

    Curtir