Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Com risco de atraso na vacina, Doria cobra desculpas de Bolsonaro à China

Governador de São Paulo conversou com diplomata chinês sobre possível atraso no envio dos insumos para produção de vacina no Butantan

Por Robson Bonin Atualizado em 12 Maio 2021, 13h04 - Publicado em 12 Maio 2021, 13h02

João Doria conversou nesta quarta com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, sobre os entraves diplomáticos que podem provoca a paralisação da produção de doses da CoronaVac no Instituto Butantan.

O novo lote de insumos da vacina está travado em território chinês, segundo Doria, por causa dos ataques de Bolsonaro aos chineses. “O governo federal deve um pedido de desculpas ao governo chinês pelo desrespeito ao país que está ajudando o Brasil a vencer a pandemia e salvar vidas”, diz Doria.

Publicidade