Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Dilma: a ‘presidente sic’

Em seu livro sobre o “dilmês”, Celso Arnaldo Araujo batiza Dilma de “a presidente sic: cada uma de suas falas, quando reproduzida fielmente, precisaria vir acompanhada de um sic entre parênteses”. Ele cria o apelido ao resgatar uma entrevista da petista ainda no início do primeiro mandato ao jornalista português Miguel Sousa Tavares na rede […]

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 00h20 - Publicado em 13 out 2015, 08h38
Dilma: pérolas bem antes de saudar a mandioca

Dilma: pérolas bem antes de saudar a mandioca

Em seu livro sobre o “dilmês”, Celso Arnaldo Araujo batiza Dilma de “a presidente sic: cada uma de suas falas, quando reproduzida fielmente, precisaria vir acompanhada de um sic entre parênteses”.

Ele cria o apelido ao resgatar uma entrevista da petista ainda no início do primeiro mandato ao jornalista português Miguel Sousa Tavares na rede de TV lusa SIC. “Eu não acho que Portugal é Europa. Eu acho que Portugal é Portugal”, declarava Dilma já em 2011.

Celso Arnaldo aponta alguns “maneirismos típicos” do “idioma”: “Inicia 80% das frases de um discurso com “e aí eu queria dizer uma coisa muito importante” ou “e aí eu queria dizer para vocês”. E, quando isso acontece, o que será dito não tem nenhuma importância. Ou será dito de modo a não ter importância. Ou não será dito”.

Continua após a publicidade

 

Publicidade