Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Delação premiada leva corrupção na pandemia para dentro do Congresso

O delator – o Radar optou por omitir o nome dele – promete entregar gravações de pelo menos três deputados bolsonaristas envolvidos 

Por Robson Bonin Atualizado em 20 abr 2021, 17h49 - Publicado em 20 abr 2021, 17h45

Enquanto a CPI da Covid-19 direciona suas armas para o Palácio do Planalto, em sigilo, avança na PGR de Augusto Aras um acordo de delação com um ex-servidor da Câmara que pode arrastar o Legislativo para a agenda da comissão.

Há algumas semanas, um advogado que atuava na Câmara para alguns parlamentares procurou a PGR para entregar um esquema de propina envolvendo o pagamento de mesada na compra de vacinas e de respiradores.

O delator – o Radar optou por omitir o nome dele por segurança – promete entregar gravações e provas que comprometeriam pelo menos três deputados bolsonaristas envolvidos na trama.

“A turma do gabinete do ódio está metido nessa. Vai ser grande a coisa”, diz um interlocutor que acompanha as negociações.

Continua após a publicidade

Publicidade