Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Decisão de cortar contratos de comunicação foi de general

Voto vencido

Por Mauricio Lima 2 fev 2019, 13h00

A decisão de cortar os contratos de assessorias de comunicação e criar um agência interna na Secom não foi de Carlos Bolsonaro. Foi do general Santos Cruz. Floriano Barbosa, chefe do órgão e ligado ao “pitbull”, era contra.

Publicidade