Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Como educar os filhos para o ambiente digital é tema de livro

Obra alerta sobre os perigos da exposição excessiva às telas na infância

Por Manoel Schlindwein - Atualizado em 29 jul 2020, 15h44 - Publicado em 3 jul 2020, 18h32

O apelo das telas de celular, computador, tablet e TV parece incontrolável para as crianças, sobretudo em tempos de isolamento social. Como equilibrar o tempo entre jogos, apps e redes sociais é o que propõem os especialistas em comportamento familiar Gary Chapman e Arlene Pellicane no livro “A Criança Digital: Ensinando seu filho a encontrar equilíbrio no mundo virtual“.

A proposta dos autores é auxiliar pais e responsáveis a encontrar caminhos para evitar que as crianças sofram com os efeitos prejudiciais do uso exagerado da internet nesta fase. Sintomas como baixos níveis de concentração, falta de empatia e instabilidade emocional são um alerta para repensar o comportamento das crianças diante das telas.

Por vezes, deixar o smartphone em outro cômodo durante as refeições, definir horários para o uso do vídeo game e estabelecer um “feriado” em que a família toda possa ficar longe das telas já bastam para iniciar uma mudança positiva na vida da criança, explica Daniel Faria, da editora Mundo Cristão.

“A tecnologia é um bem que precisa ser bem usado. No mundo virtual, tudo funciona com base em recompensas imediatas. Na vida real, porém, temos de exercer a paciência, saber dialogar e abrir mão de prazeres instantâneos em prol daquilo que é mais duradouro”, completa Faria.

Continua após a publicidade

VEJA RECOMENDA | Conheça a lista dos livros mais vendidos da revista e nossas indicações especiais para você.

Publicidade