Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Com trava de Alcolumbre no Senado, CNJ entra em virtual apagão

Nesta terça, o colegiado realizou sua última sessão com o quórum mínimo de integrantes

Por Robson Bonin Atualizado em 19 out 2021, 18h57 - Publicado em 20 out 2021, 06h02

O Conselho Nacional de Justiça é o órgão de controle mais importante do poder Judiciário. Tão importante que é presidido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal.

No Senado, porém, o presidente da CCJ, Davi Alcolumbre, parece não dar tanta relevância assim ao órgão. Por causa da trava estabelecida por Alcolumbre na pauta da comissão, as sabatinas de indicados ao CNJ simplesmente não ocorrem.

Nesta terça, o colegiado realizou sua última sessão com o quórum mínimo de integrantes. Dos 15 membros, estava funcionando com 10, mas ficará com nove até que a próxima sessão, ainda sem data, seja marcada.

No STF, o virtual apagão do CNJ é encarado com constrangimento. Afinal, é a prova de negligência de um poder sobre os assuntos do outro.

Continua após a publicidade

Publicidade