Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Com economia parada, corte de custo vira “oportunidade”

Numa economia sem sinais de retomada, a Zurich Seguros fez uma pergunta difícil para 200 pequenas e médias empresas nacionais: “Quais as oportunidades para os próximos 12 meses?”. A resposta foi sintomática: 46% dos gestores brasileiros entrevistados elegeram a redução de custos, contra 29% no ano passado. O índice ficou acima da média mundial de 30,6%, constatada […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h57 - Publicado em 4 dez 2015, 12h02
Fechando o ralo de despesas

Do limão, uma limonada

Numa economia sem sinais de retomada, a Zurich Seguros fez uma pergunta difícil para 200 pequenas e médias empresas nacionais: “Quais as oportunidades para os próximos 12 meses?”.

A resposta foi sintomática: 46% dos gestores brasileiros entrevistados elegeram a redução de custos, contra 29% no ano passado. O índice ficou acima da média mundial de 30,6%, constatada no estudo, ainda inédito, com 3 mil empresas de 15 países.

O corte nos gastos apareceu na frente de itens como conquista de novos segmentos e produtos, mencionado por 35,5%, e diversificação de produtos e serviços, citada por 23%.

As PMEs brasileiras também não veem um bom momento para empréstimos. Apenas 13% dos consultados, afirmam que as condições de crédito são uma oportunidade. Nesse quesito, o Brasil foi na contramão global, que apontou aumento de 12,3% para 17%.

Continua após a publicidade
Publicidade