Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cade julga na semana que vem compra do HSBC pelo Bradesco

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) julga na próxima quarta-feira a compra do HSBC Brasil pelo Bradesco. Em abril, a Superintendência Geral (SG) divulgou parecer recomendando a aprovação da compra, mas impôs uma série de condições. Agora, o tribunal do órgão analisará esse parecer, que recomenda a aprovação condicionada à celebração de um Acordo em […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 22h35 - Publicado em 2 jun 2016, 08h03
HSBC: Cade impôs condições para validar compra

HSBC: Cade impôs condições para validar compra

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) julga na próxima quarta-feira a compra do HSBC Brasil pelo Bradesco.

Em abril, a Superintendência Geral (SG) divulgou parecer recomendando a aprovação da compra, mas impôs uma série de condições. Agora, o tribunal do órgão analisará esse parecer, que recomenda a aprovação condicionada à celebração de um Acordo em Controle de Concentrações (ACC).

A SG considerou que a concentração de mercado não é o principal problema do negócio, dados os percentuais de depósitos que cada uma das instituições detinha, mas fez 16 recomendações, como facilidade da portabilidade de crédito e de salários e melhora no atendimento aos clientes e nos índices de reclamação.

O superintendência também determinou que o Bradesco contrate um agente externo para implementar um programa de compliance.

A compra do HSBC pelo Bradesco foi anunciada em agosto do ano passado, por 5,2 bilhões de dólares.

(Atualizada às 18h35, para deixar claro que o parecer inicial, que foi dado pela Superintendência-Geral do Cade, vai a julgamento pelo tribunal colegiado.)

Continua após a publicidade
Publicidade