Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Brasil retorna ao Conselho de Segurança da ONU

O último mandato do país no órgão foi o de 2010-2011

Por Gustavo Maia 11 jun 2021, 14h06

O Brasil foi eleito nesta sexta-feira para um assento não permanente no Conselho de Segurança da ONU, no biênio 2022-2023, assim como Albânia, Emirados Árabes Unidos, Gabão e Gana. O último mandato brasileiro ocorrem em 2010 e 2011.

Esta será a 11ª vez que o país vai integrar o órgão, que conta com Estados Unidos, Rússia, França, Reino Unido e China como membros permanentes. O conselho tem dez cadeiras rotativas.

A escolha ocorreu durante a 75ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York. O Brasil recebeu 181 votos. “O resultado reflete o reconhecimento da histórica contribuição brasileira para a paz e a segurança internacionais”, afirmou o Itamaraty, em nota.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, o país pretende fortalecer as missões de paz da ONU e defender os “mandatos que corroborem a interdependência entre segurança e desenvolvimento”.

“O Brasil estará em posição privilegiada para atestar seu compromisso com a reforma do CSNU, para resguardar a legitimidade da atuação das Nações Unidas diante dos múltiplos e complexos desafios enfrentados pela comunidade internacional”, concluiu o comunicado..

 

Continua após a publicidade
Publicidade