Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bagagem da crise

Uma pesquisa inédita feita pela Latam captura com perfeição como a alta do dólar atrapalha a vida dos brasileiros que tinham nas compras nos EUA um dos seus momentos de êxtase. Em julho, em plenas férias escolares, a média de peso das bagagens dos brasileiros que retornavam de Orlando foi de 20,5 quilos. Um ano […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 00h33 - Publicado em 5 set 2015, 09h04
Esteira no aeroporto de Cumbica: menos malas gordas

Esteira no aeroporto de Cumbica: menos malas gordas

Uma pesquisa inédita feita pela Latam captura com perfeição como a alta do dólar atrapalha a vida dos brasileiros que tinham nas compras nos EUA um dos seus momentos de êxtase.

Em julho, em plenas férias escolares, a média de peso das bagagens dos brasileiros que retornavam de Orlando foi de 20,5 quilos. Um ano antes, voltavam com 22,8 quilos.

Quem desembarcou nos aeroportos brasileiros também em julho vindo de Nova York trouxe 22,1 quilos de bagagem em média. Um ano antes, 23,8 quilos.

É importante lembrar que em julho o dólar custava 3,20 reais, uma taxa que vista de hoje deixa saudade.

Continua após a publicidade
Publicidade