Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Assessor de Picciani conclama população a não sair às ruas

Servidor enviou mensagem pelo Whatsapp para alardear: 'Agora é guerra. Ou valoriza a PM ou vamos parar'

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 7 fev 2017, 18h18 - Publicado em 7 fev 2017, 17h31

Homem de confiança do presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani,  o assessor parlamentar Sávio Mafra enviou uma mensagem de Whatsapp a diversas figuras de sua lista de contatos – parte delas de alto escalão – em que pede à população fluminense para não sair às ruas na próxima sexta (10).

O texto alardeia que o caos visto na Segurança Pública do Espírito Santo está a caminho do Rio de Janeiro e termina com uma ameaça: “Ou valoriza a PM ou vamos parar”.

Como é mais do que sabido, o funcionalismo público estadual está à míngua, em virtude da calamitosa situação econômica do Rio.

Diz a mensagem do homem de confiança de Picciani:

“População do Rio de Janeiro.
Não saia de casa a partir do dia 10/02/2017.

Familiares de policiais estarão impedindo a saída de viaturas dos batalhões assim como no Espírito Santo.
O Rio vai virar o caos.
Queremos os salários em dia.
13° pago
Ras olímpico
Metas
Insalubridade
Periculosidade
Adicional noturno

Agora é guerra.
Ou valoriza a PM ou vamos parar”.

Picciani afirmou que trata-se de uma corrente que está circulando nas redes sociais. “Agora, as pessoas com a internet querem demostrar terem informações, mas é uma tolice”, afirmou o presidente da Alerj.

Continua após a publicidade
Publicidade