Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Artilharia recarregada

A reunião da bancada do PMDB da Câmara, ontem à tarde, transcorreu do começo ao final em altíssima temperatura, com as já conhecidas críticas furiosas a Dilma Rousseff e seu governo. O tiroteio teve direito à defesa aberta de ruptura da aliança com PT. Boa parte da turma, claro, aproveitou para descascar Henrique Eduardo Alves […]

Por Da Redação - Atualizado em 17 fev 2017, 10h07 - Publicado em 17 jul 2013, 12h28

Queixas na Câmara

A reunião da bancada do PMDB da Câmara, ontem à tarde, transcorreu do começo ao final em altíssima temperatura, com as já conhecidas críticas furiosas a Dilma Rousseff e seu governo. O tiroteio teve direito à defesa aberta de ruptura da aliança com PT.

Boa parte da turma, claro, aproveitou para descascar Henrique Eduardo Alves e Michel Temer. Saraiva Felipe esculhambou Toninho Andrade (Saiba mais em: Bancada revoltada) e tentou convencer Eduardo Cunha a comunicar ao Planalto que Andrade não representa mais a bancada.

Isso porque grande parte dos presentes à reunião confirmou presença no jantar oferecido por Henrique Eduardo Alves em sua residência oficial (Leia mais em: O menu de sempre).

Publicidade