Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Abin vai gastar R$ 2,9 milhões com aluguel de carros e motocicletas

Em agosto, órgão de inteligência já havia anunciado a compra de veículos no valor total de 11,8 milhões de reais

Por Hugo Marques Atualizado em 4 jan 2021, 17h29 - Publicado em 4 jan 2021, 15h39

Em agosto, a Abin anunciou a compra de veículos no valor total de 11,8 milhões de reais. Agora, a mesma Abin vai pendurar nos cofres públicos mais um gasto milionário com locação de veículos. A Agência estima pagar até 2,9 milhões de reais na locação de veículos — hatch, sedan, executivos, SUV, picape cabine dupla, minivan, vans e até motocicletas e ônibus.

O órgão sustenta que o aluguel de veículos servirá ao cumprimento de sua missão institucional, de planejar e executar ações sigilosas.

“A obtenção de dados é uma técnica utilizada no desenvolvimento da atividade de Inteligência que requer o deslocamento de agentes de forma ágil, tempestiva e dinâmica. Ainda, na condição de órgão central do Sistema Brasileiro de Inteligência, a ABIN atua tanto no território nacional quanto no território internacional. Por isso, a locação veicular deve atender à amplitude geográfica nacional, podendo haver travessia de fronteira internacional”, diz a agência.

Ainda segundo a Abin, “é imprescindível a disponibilização de veículos por meio de locação para o atendimento de necessidade inerente ao transporte de serviço especial, que por sua natureza exige variedade dos veículos e possibilite a mudança com frequência de marca, modelo, placa, cor e demais características do veículo”.

Continua após a publicidade

Publicidade