Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A nova tentativa de barrar a candidatura de Moro em 2022

Líder do PP na Câmara apresentou emenda para incluir quarentena até 2026 para membros do Judiciário

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 14 set 2021, 18h30 - Publicado em 14 set 2021, 18h27

O líder do PP na Câmara, deputado Cacá Leão, apresentou nesta terça uma emenda para reverter a decisão aprovada na última semana com o texto-base do Código Eleitoral que acabava com a quarentena até 2026 para candidaturas de militares, policiais e membros do Judiciário.

O movimento atinge em cheio as expectativas de uma disputa à presidência pelo ex-juiz da Lava Jato Sérgio Moro, que aparece com significativa popularidade nas últimas pesquisas de intenção de voto.

Para conquistar o apoio da bancada da bala no Congresso, Cacá Leão manteve fora do texto os policiais e miliares, abarcando apenas cargos como o de juízes e promotores.

A deputada Renata Abreu (Podemos-SP) apresentou questão de ordem contra a votação da emenda, alegando inconformidade com o regimento interno. O partido é cotado como futura casa de Sérgio Moro.

Continua após a publicidade
Publicidade