Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A medida de proteção de Sarney no café da manhã com Bolsonaro

No encontro, o ex-presidente se sentou na ponta oposta da mesa para se proteger do coronavírus

Por Gustavo Maia Atualizado em 3 Maio 2021, 13h30 - Publicado em 3 Maio 2021, 11h30

O encontro entre o ex-presidente José Sarney, de 91 anos recém-completados, e Jair Bolsonaro na semana passada foi marcado por uma medida de proteção contra a Covid-19.

Como conversariam durante um café da manhã — e sem máscara, por estarem comendo —, cada um foi colocado em uma ponta da mesa, cumprindo a recomendação do distanciamento social tão desrespeitada pelo atual presidente.

Na edição desta semana, o Radar mostra que Bolsonaro procurou Sarney para tentar se aproximar do MDB.

Segundo um interlocutor do ex-presidente, a conversa durou quase uma hora. Bolsonaro fez várias perguntas sobre os senadores e o cenário político, de olho, é claro, na CPI da Pandemia do Senado.

Sarney, como se sabe, é muito próximo ao correligionário Renan Calheiros, relator da comissão que tanto medo leva ao Palácio do Planalto. Por algum motivo, a reunião segue fora da agenda oficial de Bolsonaro.

Continua após a publicidade
Publicidade