Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O ‘duelo’ da Localiza e da MRV nas eleições de Belo Horizonte

Empresários apostam em candidaturas do Novo e do Cidadania

Por Manoel Schlindwein - Atualizado em 7 out 2020, 13h31 - Publicado em 7 out 2020, 12h32

Mal começou a campanha eleitoral deste ano e o PIB mineiro já fez suas apostas quanto aos rumos políticos de Belo Horizonte. Dados do TSE apontam que Eugênio Pacelli Mattar, da locadora de veículos Localiza, e Rafael Nazareth Menin Teixeira de Souza, da construtora MRV, resolveram investir em candidatos rivais.

Mattar desembolsou 1 milhão de reais em apoio a Rodrigo Paiva, do Novo. O candidato registrou 3% na sondagem do dia 30 de setembro feita pelo Paraná Pesquisas. Menin depositou 500.000 reais na conta de João Vitor Xavier, do Cidadania, com 6,6% na mesma pesquisa.

Em comum, o objetivo de levar para o segundo turno a disputa contra o atual prefeito, Alexandre Kalil (PSD), que tenta a reeleição. Ele lidera com folga a preferência do eleitor, com 56,5% na última pesquisa. Curiosamente, os valores recebidos por Kalil também se medem na casa dos milhões: a primeira doação, do dia 29 de setembro, feita pela direção municipal do partido, foi de 1.150.000 reais.

Os dados são do TSE e foram compilados pelo consultor de inteligência eleitoral da plataforma Confirma, Arthur Fisch.

Continua após a publicidade
Publicidade