Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A briga dos ministros de Bolsonaro no Palácio da Alvorada

Ministro gaúcho andou falando o que não devia sobre o trabalho de dois colegas

Por Robson Bonin Atualizado em 23 out 2021, 08h24 - Publicado em 23 out 2021, 14h10

Foi uma guerra a reunião no Alvorada que selou o Auxílio Brasil de 400 reais.

João Roma, da Cidadania, e Paulo Guedes, da Economia, se uniram para cobrar Onyx Lorenzoni por se fazer de pai da solução a interlocutores do governo.

Aliados da dupla disseram que o ministro gaúcho andava falando aos quatro ventos que era ele quem havia conseguido destravar o programa social, o que injuriou Roma e Guedes.

Outros ministros acompanharam o calorão que Onyx levou.

Continua após a publicidade

Publicidade