Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Partido, partido, advogados à parte — a defesa de Wilson Witzel no STJ

Ministros do STJ ficaram impressionados com o calibre dos advogados que defendem o governador afastado do Rio

Por Mariana Muniz Atualizado em 4 set 2020, 17h54 - Publicado em 6 set 2020, 16h35

Ministros do STJ, que julgaram esta semana o afastamento de Wilson Witzel por 180 dias, ficaram impressionados com o calibre da banca que defende o governador. A dúvida sobre quem paga a conta pintou entre os magistrados.

É que uma das advogados que representa o ex-juiz é a mesma que advoga para o seu partido, o PSC.

Em nota, o partido do pastor Everaldo diz que “não paga nenhum dos advogados da defesa pessoal do governador afastado” do Rio de Janeiro.

Publicidade