Clique e assine a partir de 9,90/mês
Modo Avião Por Tatiana Cunha As dicas certeiras de turismo e os lugares incríveis do planeta para você planejar sua próxima viagem

Urgh! Top 3 dos lugares mais sujos encontrados em aeroportos

Estudo revela os locais onde há mais germes nos terminais de aeroportos e que você deve prestar atenção para evitar contaminações na véspera de uma viagem

Por Tatiana Cunha - 27 ago 2018, 14h40

Depois não diga que não avisei…

Se você está comendo ou prestes a começar uma refeição deixe para ler este post mais tarde. E se está prestes a ir para o aeroporto não deixe de levar um daqueles frasquinhos de álcool em gel com você.

Já falei antes que não sou daquelas mega obcecadas por limpeza, estilo Mônica do Friends (como vídeo abaixo). Acho que nosso corpo precisa ser levemente exposto a umas sujeirinhas pra criar resistência (não me entendal mal, peloamor!).

Continua após a publicidade

Mas também não me descuido. Tenho sempre um destes frasquinhos no meu carro para usar depois de ir ao supermercado, à feira ou a locais com grandes concentrações de gente. Começo a ficar com um faniquito se não limpar as mãos logo _não à toa minhas digitais mal existem hoje em dia de tanto que lavo as mãos (ok, talvez eu seja um pouquinho Mônica).

Já mostrei aqui no blog os lugares mais sujos em quartos de hotéis e em aviões. Agora então chegou a vez de sabermos os lugares que devemos tomar mais cuidado em aeroportos.

Sim, com a quantidade de gente que passa pelos terminais do mundo inteiro todos os dias não é de se estranhar que aeroportos não sejam os lugares mais limpos do planeta, né?

Continua após a publicidade

Por sorte a maioria dos germes encontrados não são perigosos, a não ser em casos de pessoas com baixa imunidade ou para quem está com alguma ferida aberta.

Mas não custa uma dose a mais de cuidado, afinal de contas quando estamos num aeroporto é porque vamos viajar e nada mais desagradável do que ficar doente longe de casa.

Para evitar contaminações, nada mais simples que dar uma caprichada na higiene, lavando as mãos com mais frequência com água e sabão ou usando os tais frasquinhos de álcool ou lencinhos antibacterianos.

Mas e aí, alguma ideia de qual o local mais sujo num aeroporto?

Continua após a publicidade

Se você chutou o banheiro… errou!

De acordo com um estudo feito nas férias pela Insurance Quotes, uma seguradora norte-americana, em três dos principais aeroportos dos EUA, o lugar mais sujo que você pode tocar no caminho para as tão sonhadas férias são aquelas inofensivas máquinas de self check-in.

Sim, aqueles terminais de auto atendimento que estão espalhados por qualquer aeroporto nos dias de hoje são imundos _o que não chega a ser uma surpresa, já que é um lugar que todo mundo põe a mão.

Continua após a publicidade

De acordo com a pesquisa, as máquinas de self check-in tinham, em média 253.857 UFCs, que é a unidade de formação de colônias, ou a medida usada para estimar o número de bactérias e fungos de uma amostra.

Para servir como comparação, a pia de uma casa tem, em média, 21.000 UFCs, segundo a pesquisa.

Em segundo lugar no estudo ficaram os braços das poltronas que ficam nos portões de embarque. 

Continua após a publicidade

Em média foram encontradas 21.630 UFCs nos descansos das cadeiras, que como todos nós sabemos, servem de apoio não só para mãos e braços como também para pés e sapatos imundos.

Quem é que nunca se esticou num deles antes de embarcar? Eu adoro…

Chegou a hora então de saber que local completa o pódio dos lugares mais sujos que você pode tocar num aeroporto. Chutes?

Se você pensou nos banheiros outra vez… errou de novo!

Continua após a publicidade

Apesar de geralmente estarem próximos dos banheiros, são os bebedouros que aparecem em terceiro lugar na lista. Mais especificamente os botões que apertamos para beber água.

Segundo a pesquisa realizada nos EUA, eles apresentaram, em média, 19.181 UFCs. Beeeeeeeeem menos do que as tais maquininhas de check-in.

Para se ter uma ideia do que isso significa, um potinho de comida de animais de estimação tem, em média 306.000 UFCs. Já um assento de vaso sanitário tem 172 UFCs.

Continua após a publicidade

Ou seja, muita água, sabão e álcool nas mãos da próxima vez que você estiver embarcando para evitar contaminações e doenças ou mal-estares durante sua viagem 😉

(Vale lembrar que estes números se referem à quantidade de bactérias encontradas por polegada quadrada, que equivale a 6,4 cm2)

 

 

Publicidade