Clique e assine a partir de 9,90/mês
Modo Avião Por Tatiana Cunha As dicas certeiras de turismo e os lugares incríveis do planeta para você planejar sua próxima viagem

Como ser um viajante consciente em 10 atitudes simples

Estudo da revista Nature indica que turismo é responsável por 8% das emissões de gases do efeito estufa. Saiba como ajudar o planeta e continuar viajando

Por Tatiana Cunha - Atualizado em 30 jul 2020, 20h18 - Publicado em 28 set 2018, 15h13

Em uma época em que cada vez mais se fala em consumo consciente, sustentabilidade e temas ligados ao futuro do nosso planeta, muitas vezes não nos damos conta do impacto que temos no ambiente ao viajar.

De acordo com um estudo recente publicado na revista científica Nature, o turismo é responsável por 8% das emissões de gases do efeito estufa.

O levantamento feito por um grupo de cientistas de vários países quantificou o impacto gerado no ambiente desde voos a souvenirs.

Como não podia ser diferente, o transporte aéreo é considerado o maior “vilão” da indústria para o aquecimento global, sendo responsável por 40% da emissão de carbono do setor.

Continua após a publicidade

Ainda segundo o levantamento, o setor de acomodações é responsável por cerca de 20% das emissões geradas pelo turismo. Isso inclui o uso de aquecedores, aparelhos de ar condicionado, além da manutenção de bares, restaurantes e piscinas, entre outros.

E até atividades que parecem inocentes à primeira vista contribuem para estes números, como museus, parques de diversão e até compras. Estas atividades são responsáveis por cerca de 3,5% das emissões de carbono geradas pelo turismo.

Isso sem falarmos no lixo gerado por nós, viajantes. Quem nunca reparou na quantidade absurda de lixo que sobra nos corredores dos aviões ao desembarcarmos de um voo longo? Ou nunca se assustou ao ver as lixeiras superlotadas de um parque ou uma atração turística no final de um dia?

Não à toa muitas empresas do setor já começaram a se mexer.

A Disney, por exemplo, anunciou recentemente que irá acabar com o uso de canudinhos e mexedores de café de plástico de todos seus parques e hotéis até o meio do ano que vem. A empresa estima que a medida irá reduzir em mais de 175 milhões de canudinhos e 13 milhões de mexedores de café por ano.

E não é só isso. Nos próximos anos a Disney irá eliminar copos de plástico dos parques, hotéis e cruzeiros, além de reduzir o número de sacolas plásticas e trocar as amenidades descartáveis de hotéis e cruzeiros para reutilizáveis.

Continua após a publicidade

As empresas aéreas também não ficaram atrás.

A United anunciou na semana passada que irá eliminar os canudos plásticos e palitos não recicláveis por uma alternativa ecológica feita de bambu a partir do início de novembro _a empresa já recicla latas de alumínio, papel, incluindo jornais e revistas e produtos de plástico a bordo de seus aviões.

A American também não servirá mais utensílios plásticos em seus lounges e os canudinhos e mexedores de café de plástico nos aviões serão substituídos por versões feitas de bambu.

Ou seja, de nada adianta você reciclar o lixo na sua casa, usar canudinhos de metal e reutilizar embalagens de vidro e aí quando viaja desperdiça dezenas de garrafas plásticas de refrigerante e água, deixa as luzes do quarto do hotel acesas quando está fora e a cada compra que faz leva uma sacolinha plástica de volta pro hotel.

Não estou dizendo aqui que todo mundo precisa virar um ativista ecológico quando está viajando. Basta ser consciente em suas atitudes.

Continua após a publicidade

Pode parecer pouco, mas se cada um de nós fizer um pouquinho e as empresas envolvidas com o turismo também fizerem sua parte, podemos ajudar nosso planeta.

Aqui vão algumas atitudes simples, que qualquer um pode fazer, e que podem ajudar o ambiente e o futuro da Terra.

   1.  Pare de imprimir confirmações de hotel, de aluguel de carro e cartões de embarque e dê preferência às versões digitais deles. Tenha uma cópia no telefone e uma em seu tablet ou laptop por garantia.

2. Invista numa garrafa de vidro ou aço inoxidável e leve com você quando for viajar para encher de água ou da bebida de sua preferência. Além de ajudar o planeta você estará sempre abastecido para qualquer eventualidade.

3. Não desperdice comida. Se as porções forem gigantescas e você souber que não irá comer tudo, divida ou peça para levar as sobras, especialmente se você estiver hospedado em um local com cozinha.

Continua após a publicidade

4. Não compre por comprar. Ninguém precisa de mais uma Torre Eiffel de plástico Made In China ou aquele chaveirinho porcaria de Las Vegas para saber que você se lembrou dele durante sua viagem. Invista em produtos duráveis, úteis e, de preferência, que valorizem a indústria e o artesanato local, por exemplo.

5. Recicle. Não é porque você está longe de casa que deve deixar os bons hábitos para trás. Se você alugou um carro, por exemplo, coloque duas sacolinhas nele para armazenar o lixo produzido durante a viagem e depois descarte num local apropriado.

6. Tenha sempre uma sacola reutilizável com você (dobradinhas elas cabem em qualquer bolsa ou bolso!). Você pode usá-la para colocar as compras do supermercado ou mesmo aquela blusinha que não resistiu e comprou na promoção _mas dispensou a sacolinha plástica que a vendedora ofereceu. Ela pode servir também para carregar sua garrafa de água e a máquina fotográfica.

7. Dê preferência a restaurantes que valorizem os produtos locais e não grandes cadeias de fast food, que além da comida de qualidade duvidável para sua saúde, ainda produzirão toneladas de lixo dos copos, embalagens e guardanapos descartáveis

Continua após a publicidade

   8. Pense no bem estar de animais. Macacos presos com correntes e fantasiados, elefantes claramente mau tratados, animais selvagens em pequenas gaiolas… quem já viajou sabe que não é raro encontrar esse tipo de coisa em diversos países, especialmente nos menos desenvolvidos. A World Animal Protection, uma organização internacional de bem-estar animal sem fins lucrativos, preparou um guia prático super legal de como se tornar um turista “amigo” dos animais (o link para o guia está aqui)

9. Pesquise antes de viajar e dê preferência a se acomodar em locais que tenham as mesmas preocupações que você, que sejam sustentáveis e que não prejudiquem o ambiente.

10. Escolha um destino “ético” para suas próximas férias. Não há nada de errado em ir pela quinta vez para Nova York, mas que tal sair da mesmice e escolher um local diferente para a próxima vez que for viajar e que ainda faça um bom trabalho promovendo os direitos humanos, preservando o ambiente e o bem estar da sociedade? O site Ethical Traveler é especializado no tema e todos os anos escolhe os 10 melhores “destinos éticos” do planeta. Os vencedores deste ano? Belize, Benin, Chile, Colômbia, Costa Rica, Mongólia, Palau, Sào Cristóvão e Nevis, Uruguai e Vanuatu. Interessa?

 

Publicidade