Clique e assine com até 92% de desconto
Modo Avião Por Tatiana Cunha As dicas certeiras de turismo e os lugares incríveis do planeta para você planejar sua próxima viagem

As dez manhas que todo viajante precisa saber

  Bem-vindos a bordo! Pode ser clichê, mas para mim não existe dinheiro mais bem gasto do que com uma viagem. Meu gosto por conhecer novos lugares começou cedo. Primeiro com meus pais, no banco de trás do carro, percorrendo diversos cantos do Brasil. Aos 14 anos fiz minha primeira viagem internacional. Um mês na […]

Por Tatiana Cunha Atualizado em 30 jul 2020, 21h56 - Publicado em 5 set 2016, 23h06

 

turismo-mala-viagem-20160905-01

Bem-vindos a bordo!

Pode ser clichê, mas para mim não existe dinheiro mais bem gasto do que com uma viagem. Meu gosto por conhecer novos lugares começou cedo. Primeiro com meus pais, no banco de trás do carro, percorrendo diversos cantos do Brasil.

Aos 14 anos fiz minha primeira viagem internacional. Um mês na Espanha como parte de um programa do colégio em que estudava. Ali percebi que o mundo era muito mais legal do que eu podia imaginar e que não era tão difícil ir dormir no Brasil e acordar em outro continente.

Entre uma viagem e outra me formei em jornalismo e fui morar em Washington DC por um semestre. Quando voltei, comecei a trabalhar com jornalismo esportivo e, não por coincidência, nos últimos nove anos cobri o Mundial de F-1 para a Folha de S.Paulo e as rádios CBN e Globo.

A chance de trabalhar com o esporte que sempre fui fã e ainda estar em um país diferente a cada semana foi o que faltava para eu virar, de vez, uma viajante quase compulsiva. Não satisfeita em ficar longe de casa durante a maior parte do ano, nas férias, ainda aproveitava as milhas acumuladas para… viajar mais. Neste tempo conheci 48 países, novas culturas, pessoas, mais de uma centena de aeroportos e acumulei muita bagagem, não só a que a gente paga excesso, mas a que quero dividir com vocês neste blog a partir de agora.

Afivelem os cintos porque a nossa viagem começa aqui! E começo contando algumas manhas que todo viajante precisa saber e que aprendi nos últimos anos…

1. Escolha a mala certa
Sua mala não precisa ser uma Rimowa (<3), mas para fazer uma boa viagem é sempre bom ter uma mala boa à mão. Escolha um modelo médio, nem muito pequena (porque você sempre pode querer trazer alguns recuerdos) nem muito grande (porque além do trambolho você pode acabar tendo que pagar excesso caso faça algum voo interno em outro país). Rodinhas que funcionem são sempre uma alegria, mesmo que às vezes você tenha que carregar escada acima em alguma estação de metrô de Paris (#quemnunca).

2. Sempre leve uma echarpe
Não sei vocês, mas eu sempre passo muito frio em avião, mesmo que seja na ponte aérea. A echarpe começa a salvar a vida já aí. Além disso ela pode te ajudar em emergências e funcionar como toalha de picnic, esteira na praia, toalha, cortina ou garantir aquele calorzinho numa noite mais fria.

Janela de avião

Continua após a publicidade

3. Tenha sempre um kit avião, um de remédios e uma troca de roupas na bagagem de mão
Se você nunca chegou a algum destino e sua mala não, levante as mãos para os céus porque você é um sortudo. Para evitar imprevistos, não custa ter na bagagem de mão uma troca de roupas íntimas e pelo menos uma camiseta. Remédios de uso contínuo e aqueles básicos para dor de cabeça/barriga, enjoo e afins também devem estar sempre na sua mala de mão. E para os que viajam com mais frequência uma nécessaire com máscara de olhos, tapa ouvidos, hidratante para as mãos e os lábios, fone de ouvido e uma meia extra garantem mais conforto.

4. Quando chegar ao seu destino, desligue o roaming de dados e compre um chip local
Quer coisa mais chata que chegar em casa e, além da fatura do cartão de crédito, sofrer também com a conta do celular? Por isso, assim que ligar seu celular em outro país, desligue o roaming de dados (a não ser que você tenha feito um plano especial). Outra boa dica é achar uma loja de telefonia e comprar um chip local. Além de internet você pode ter um número local para fazer ligações para aquele restaurante que você quer reservar, a locadora de carro caso tenha um problema ou até para que te liguem do Brasil. Hoje em dia se você não encontrar uma loja destas no aeroporto, certamente achará em um shopping center.

5. Não viaje sem seguro saúde
A gente nunca sabe quando um imprevisto vai acontecer e é sempre melhor estar garantido. Hoje em dia é possível comprar seguros online de diversos tipos e pelo período que estaremos fora. Vale a pena também conferir se o seu cartão de crédito não oferece o serviço – na maioria você tem que ter comprado a passagem com ele para ter direito.

6. Tenha sempre carregadores/cabos à mão
Você anda não sei quanto tempo até chegar àquele lugar que você sempre sonhou e quando chega percebe que está sem bateria na sua máquina ou que o seu celular está cheio e você não pode mais armazenar fotos. Sempre tenha à mão um carregador portátil (hoje já tem de todos os tamanhos e preços), um cabo e uma bateria extra para sua câmera. Sempre que chegar ao hotel ou fizer uma parada em um café ou restaurante aproveite para recarregar seus eletrônicos. Você nunca sabe quando vai encontrar a Kim Kardashian no aeroporto 😉

Documentos

7. Faça cópias de seus documentos de viagem
Seja no papel, no computador/celular ou no seu email, sempre é bom ter uma cópia do seu passaporte, do seguro de viagem, dos vistos e das passagens e reservas da viagem. Caso você perca ou seja roubado o trabalho e a dor de cabeça será bem menor.

8. Ao chegar ao hotel, sempre pegue um cartão de visitas
Esta dica é ainda mais importante em países com alfabeto diferente, como China, Japão, Rússia, entre outros. Sempre é bom ter um cartão para mostrar ao taxista ou para algum pedestre se você acabar se perdendo. Ou se acabar tomando umas a mais e não se lembrar em qual dos nove Holliday Inn da cidade você está hospedado.

Caderninhos

9. Faça um diário de cada viagem
Não precisa ser elaborado, nem mesmo de papel. Pode ser um arquivo no seu computador ou no bloco de notas do seu celular. Mas sempre anote lugares que você gostou, restaurantes que foi, aquela loja que vende uma coisa especial ou hotéis que gostaria de voltar. Na hora a gente sempre acha que vai lembrar depois, mas vá por mim, a gente esquece! Ter isso anotado e uma ótima para outras viagens ou mesmo para indicar a amigos depois. Para os mais organizados vale também ter um caderninho com lugares que você viu em algum lugar e que um dia gostaria de ir.

10. Tire muitas fotos
Sim, tirar fotos nunca é demais! Não deixe de aproveitar o momento para tirar uma foto, mas também não perca a chance de registrar tudo o que der. Muitas vezes a gente chega de uma viagem e fica cansado só de ver os 2.000 cliques que acabou fazendo. Mas anos depois é um prazer rever os momentos, as pessoas. É como se a gente viajasse de novo.

Fotos

 

Continua após a publicidade
Publicidade