Clique e assine a partir de 9,90/mês
Me Engana que Eu Posto Por Coluna A verdade por trás de manchetes falsas que se espalham pela internet. Editado por João Pedroso de Campos.

Marcelo Bretas não publicou imagem que chama Maia de ‘imbecil’

Publicação no Facebook foi feita por perfil falso do magistrado responsável pela Lava Jato no Rio. O próprio Bretas desmentiu boato pelo Twitter

Por João Pedroso de Campos - 27 maio 2019, 16h35

Tem circulado no Facebook uma imagem compartilhada por um perfil falso do juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, com ataques ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A mensagem afirma que o Brasil está “parado” por causa de Maia, chama-o de “imbecil” e diz ainda que ele não é brasileiro – referência ao fato de o democrata ter nascido no Chile durante o exílio de seu pai, César Maia, em 1970. Por fim, pede #ForaMaia.

Publicado em 23 de maio, o boato foi compartilhado cerca de 8.600 vezes até esta segunda-feira, 27:

Reprodução/Facebook

O perfil que publicou a imagem com ofensas ao presidente da Câmara, como já informado, é um “fake”, não administrado por Marcelo Bretas. Trata-se de uma página bastante ativa na rede social, que amealhou 8.377 seguidores em menos de um mês de existência.

Continua após a publicidade

As postagens da página “Marcelo bretas” (assim mesmo, com “b” minúsculo) costumam ser de conteúdos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, ao governo e à Operação Lava Jato, intercaladas com ataques a membros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso – daí as críticas a Rodrigo Maia, um dos principais alvos dos bolsonaristas ultimamente.

Usuário do Twitter e do Instagram, onde posta com frequência, Bretas não tem perfil no Facebook.

A única publicação do juiz da Lava Jato do Rio sobre as manifestações pró-Bolsonaro, neste domingo, 26, foi um tuíte no qual ele escreveu que “manifestações populares pacíficas são legítimas, afinal ‘todo poder emana do povo’. Resta saber se a voz das ruas será bem compreendida”.

Também por meio de seu perfil no Twitter, o próprio Bretas desmentiu nesta segunda-feira que seja ele o autor da postagem com ataques a Maia. “Aviso de #fakenews: É FALSA a publicação a mim atribuída no post abaixo”, tuitou o magistrado.

Continua após a publicidade

Você também pode colaborar com o Me Engana que Eu Posto no combate às notícias mentirosas da internet. Recebeu alguma informação que suspeita – ou tem certeza – ser falsa? Envie para o blog via WhatsApp, no número (11) 9 9967-9374.

Publicidade