Clique e assine a partir de 8,90/mês
Me Engana que Eu Posto Por Coluna A verdade por trás de manchetes falsas que se espalham pela internet. Editado por João Pedroso de Campos.

Interpol apreendeu bilhões de dólares enviados pelo PT a Cuba?

Ilustrada por vídeo que mostra caixas com logotipo da Cruz Vermelha, notícia falsa tem se espalhado no WhatsApp nos últimos dias

Por João Pedroso de Campos - Atualizado em 16 jan 2018, 21h49 - Publicado em 16 jan 2018, 21h47

Um boato espalhado no WhatsApp e nas redes sociais nos últimos dias afirma que “a casa do PT vai cair”. A mensagem, no entanto, não trata de algum novo desdobramento da Operação Lava Jato ou do julgamento do ex-presidente Lula em segunda instância, marcado para quarta-feira da próxima semana.

A lorota garante que a Interpol apreendeu uma “carga bilionária de dólares enviadas pelo PT para Cuba” em “caixas disfarçadas com logotipo da Cruz Vermelha”. O texto é acompanhado por um vídeo (veja frames acima), que mostra, de fato, caixas de metal recheadas de dólares, nas quais se veem logotipos da Cruz Vermelha.

Reprodução/Reprodução

As imagens não mostram dinheiro do PT apreendido pela Interpol a caminho de Cuba. Para começo de conversa, se isso tivesse mesmo ocorrido, não faltariam reportagens em veículos de comunicação profissional sobre o assunto. Não há nada publicado.

Além disso, é possível ver no vídeo que, na tampa de uma das caixas, há uma folha escrita em árabe. Quem não entende a língua compreende apenas os números: “2011-07-15”.

Reprodução/Reprodução

Uma busca na internet sobre notícias em veículos de imprensa estrangeiros com as palavras-chave “ICRC” (sigla do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, em inglês), “cash” (dinheiro) e “boxes” (caixas) leva a reportagens que citam um relatório submetido ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

No documento (leia a íntegra), endereçado ao Conselho em 1º de junho de 2017, um grupo de seis especialistas em Líbia ligado à ONU trata, entre outros temas, do desaparecimento de milhões de dólares em dinheiro vivo do país depois da morte do ditador Muamar Kadafi, em 2011.

Continua após a publicidade

Informações atribuídas a fontes anônimas no relatório dão conta de que parte do dinheiro em espécie retirado da Líbia foi mantida em Accra, capital de Gana. “Em até fevereiro de 2016, eles [os recursos] foram supostamente armazenados em caixas com um logotipo do ICRC [Cruz Vermelha] nas instalações de uma ‘organização internacional dos direitos humanos’, o Comitê Internacional para a Proteção dos Direitos Humanos”, afirma o relatório, ilustrado com a foto abaixo.

Como é possível ver, trata-se da mesma caixa filmada e atribuída ao PT, com os mesmos escritos em árabe na tampa: 

Reprodução/Reprodução

As informações do relatório e a imagem são mais do que suficientes para eliminar a fictícia ligação entre o PT e o dinheiro. O documento, além disso, afirma que um líbio chamado Mohamed Saleh al-Mahmoudi seria o responsável pelos dólares armazenados nas caixas encontradas em Gana.

Quando o vídeo circulou no exterior, aliás, a Cruz Vermelha Britânica se manifestou por meio do Twitter e esclareceu que uma logomarca falsa da entidade tem sido usada para “fins de transporte de fundos”. “O Comitê Internacional da Cruz Vermelha não teve nada a ver com as transações alegadas neste vídeo. Condenamos esse mau uso flagrante e perigoso do nosso emblema”, diz a Cruz Vermelha (veja abaixo):

Reprodução/Reprodução

 

Agora você também pode colaborar com o Me Engana Que eu Posto no combate às notícias mentirosas da internet. Recebeu alguma informação que suspeita – ou tem certeza – ser falsa? Envie para o blog via WhatsApp, no número (11) 9 9967-9374.

Continua após a publicidade
Publicidade