Clique e assine a partir de 9,90/mês
Me Engana que Eu Posto Por Coluna A verdade por trás de manchetes falsas que se espalham pela internet. Editado por João Pedroso de Campos.

Deputados do PSL não tiraram foto em frente a painel com ícones comunistas

Montagem que circula no Facebook foi feita a partir de imagem de comitiva de parlamentares brasileiros eleitos que viajou à China

Por João Pedroso de Campos - Atualizado em 18 jan 2019, 17h04 - Publicado em 18 jan 2019, 17h02

A controvertida viagem de uma comitiva de parlamentares brasileiros eleitos à China, governada pelo Partido Comunista, gerou críticas de aliados de Jair Bolsonaro, especialmente o filósofo conservador Olavo de Carvalho. A maioria dos viajantes pertence ao PSL, partido do presidente. Além da dura de Carvalho, que classificou os membros da comitiva como “semianalfabetos” e “caipiras”, a passagem do grupo pelo país asiático despertou um boato nas redes sociais.

Uma montagem que circula no Facebook mostraria os integrantes da comitiva, que inclui nove deputados federais e uma senadora eleitos pelo PSL e um deputado eleito pelo DEM, posando sorridentes em frente a um painel com imagens dos ícones do comunismo Mao Tsé Tung, Josef Stálin, Lênin, Friedrich Engels e Karl Marx, além do próprio símbolo da foice e do martelo.

A foto original dos parlamentares brasileiros eleitos, feita realmente na China, é esta abaixo. Ela foi cortada e, sem maiores cuidados com a qualidade da montagem, colada em frente ao painel com os líderes e ideólogos comunistas perfilados.

Somando as postagens mais populares na rede social, a imagem falsa foi compartilhada 1.560 vezes, com comentários que ironizam a suposta contradição – Bolsonaro frequentemente ataca o comunismo e o socialismo e o fez, inclusive, em um de seus discursos de posse na Presidência.

“Comitiva do PSL-Bozo na China, a convite do partido comunista, posando em frente ao mural com o Mao, Stalin, Lênin…”, escreveu uma usuária da rede social, cuja publicação foi compartilhada 715 vezes.

Reprodução/Facebook

Entre os objetivos da comitiva majoritariamente pesselista que viajou à China, está a negociação da importação de tecnologias chinesas nas áreas de agricultura, saneamento básico e segurança pública, incluindo o intercâmbio do esquema chinês de reconhecimento facial, que seria usado, a princípio, no Rio de Janeiro.

Você também pode colaborar com o Me Engana que Eu Posto no combate às notícias mentirosas da internet. Recebeu alguma informação que suspeita – ou tem certeza – ser falsa? Envie para o blog via WhatsApp, no número (11) 9 9967-9374.

Continua após a publicidade
Publicidade