Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

A surpresa despercebida da estagiária de Lewandowski

Tatiana Bressan conseguiu esconder vazamento de informações

Por Matheus Leitão 13 out 2021, 10h21

A notícia de que Tatiana Bressan, ex-estagiária do gabinete do ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski, era informante do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos surpreendeu quem trabalhava com ela no gabinete.

A coluna apurou que ninguém da equipe de Lewandowski jamais percebeu que poderia haver ali um trabalho de vazamento de informações. Tatiana conseguiu passar despercebida durante todo o período em que atuou no gabinete. As conversas com Allan teriam acontecido entre 2018 e 2020.

Na última semana, Tatiana foi alvo de busca e apreensão da Polícia Federal em seu endereço, em Brasília. Em depoimento à PF, a ex-estagiária afirmou que manteve contato com Allan dos Santos para conseguir um emprego no gabinete da deputada Bia Kicis.

Tatiana Bressan, ex-estagiária do STF, depõe à PF
Tatiana Bressan, ex-estagiária do STF, depõe à PF Reprodução/TV Globo/VEJA.com

Segundo ela, as informações repassadas ao blogueiro foram obtidas na internet e não no gabinete de Lewandowski.

A descoberta de que Tatiana Bressan era informante de Allan dos Santos foi feita pela Polícia Federal depois da quebra do sigilo telefônico do blogueiro.

Após a revelação do nome da ex-estagiária, Allan dos Santos confirmou que ela era sua fonte e ameaçou denunciar o ministro Alexandre de Moraes, do STF, por violar o direito ao sigilo da fonte.

Continua após a publicidade
Publicidade